BREVE APRESENTAÇÃO E TEMÁTICA:

O teatro é peça fundamental para formação cultural de uma sociedade, onde muitas vezes, os espetáculos são executados como contos, histórias, memórias e são postas com contexto vívido para os dias atuais. Não obstante, tais histórias são trazidas porque geram um grande impacto social, uma mudança nos hábitos, e o avivamento de tais tradições é de suma importância para a reafirmação de uma identidade cultural local.

 

Desta forma, a realização do espetáculo da "Paixão de Cristo" tem por objetivo a abordagem da representatividade religiosa cristã, através das artes cênicas integradas, dentro do multiculturalismo brasileiro, que tem suas raízes intrinsicamente ligadas ao catolicismo. Comparando-se no estilo, por exemplo, com o Círio de Nazaré, que é muito além da grande procissão que percorre as ruas de Belém, no Pará, no segundo domingo de outubro, reunindo mais de dois milhões de fieis, e que se consolidou um conjunto de manifestações religiosas que fazem parte da vida dos paraenses há mais de 200 anos, conjunto este que é atualmente tombado pelo IPHAN. Ressalte-se que, apesar de se basear numa história religiosa, o espetáculo teatral proposto não tem por objetivo uma doutrinação religiosa ou a imposição de uma determinada crença. As comemorações do mês de abril fazem parte do pluralismo religioso, e o teatro serve de insumo para estas comemorações culturais.

Destacamos que para os moradores de Cuité - cidade de aproximadamente vinte mil (20.000) habitantes, localizada no Território do Seridó e Curimataú da Paraíba - esse espetáculo resgata uma tradição já presente há duas décadas, porém abandonada com o passar dos anos. A retomada do teatro nas comemorações de abril faz com que o mercado cultural local se movimente e os cidadãos possam voltar a ter acesso à cultura e orgulho de uma das peças mais grandiosas já realizadas na região, tendo sua engrenagem social o fomento da produção artística local e o avivamento de uma tradição histórica por meio da arte. Portanto, o incentivo e apoio é crucial para execução do presente projeto, para aproximar o investimento privado e colaborar com o estímulo à produção artística cultural.

ESTIMATIVA DE PÚBLICO:

Espera-se, em 2020, um público estimado de trinta mil (30.000) pessoas nas três noites de apresentações. Considerando as médias em edições anteriores.

PARTICIPANTES:

A Paixão de Cristo é realizado no maior teatro ao ar livre do estado a Paraíba e envolve mais de trezentos (300) participantes, nas funções de produção e elenco. São crianças, jovens, adultos e idosos, nas faixas etárias de 09 a 75 anos, oriundos de famílias de todas as classes sociais, e especialmente de baixa renda, os quais participam ativamente de todas as etapas do espetáculo desde a organização, os ensaios e confecções das roupas para a apresentação, entre atores,

 

 

figurantes, equipe técnica e produção. Todos recebem aulas de artes cênicas integradas com uma carga horária de aproxidamente cem horas (100h), e além disso, o material utilizado, camisetas e cotas de ingressos são oferecidos gratuitamente.

 

DURAÇÃO:

Com duração de uma hora e meia (2h), o espetáculo ocorrerá nos dias 09, 10 e 11 e abril de 2020, no Teatro do Horto Florestal Olho D’Água da Bica – Campus da UFCG, em Cuité (Paraíba).

 

VALOR TOTAL DO PROJETO:

R$ 206.397,00 (duzentos e seis mil trezentos e noventa e sete reais) - Art. 18

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now